Melhores esquiadores da história no feminino e no masculino

Créditos: Flo Heibe/Pixabay

Conheça os nomes que marcaram a história do esqui no mundo

Stefano Arnhold, Presidente do Conselho Consultivo da CBDN (Confederação Brasileira de Desportos na Neve) e atleta Master de esqui contou para o Brasil na Neve quais os esquiadores de mais destaque do mundo até hoje e seus maiores feitos que os levaram a se tornar referências globais da prática.

“A comparação não é muito fácil”, revela Arnhold. Isso porque depende muito do que é considerado. Se será a quantidade de títulos mundiais ou de medalhas olímpicas, por exemplo”. Ainda mais porque alguns grandes esquiadores foram da época que só havia Downhill, Slalom Gigante e Slalom Especial, por exemplo. 

“Só depois foi adicionado o Super G (Slalom Super Gigante) e o Combinado (que combina o Downhill com o Slalom Especial) e mais recentemente o Parallel Team Event”, explica. Então, para alguns, só foi possível ganhar três medalhas enquanto hoje a possibilidade são de seis. Sem contar o número de Copas do Mundo, que também é muito maior. 

Mas, considerando diversos fatores:

Melhores esquiadores do mundo 

Feminino

1) Lindsey Vonn

2) Annemarie Moser-Proell

3) Janica Kostelic

 

Lindsey Vonn (USA)

Créditos: Reprodução/Instagram

Recordista de Globos de Cristal entre as mulheres – já foram 20, ela tem 82 vitórias em Copa do Mundo. Aprendeu a esquiar com o avô, Don Kildow, quando criança. Vonn se aposentou recentemente na temporada 2018/2019 e é referência fora das pistas como embaixadora do esporte. 

Annemarie Moser-Proell (AUT)

Créditos: Reprodução/Ski Magazin

Pioneira no esporte entre as mulheres, virou lenda já nos anos 70. Tem 16 Globos de Cristal e 62 vitórias  em Copa do Mundo. Chegou a parar por um tempo para cuidar do pai com câncer, mas dominou o esqui feminino na sua época e chegou a ganhar 5 Globos Overall consecutivos.

Janica Kostelic (CRO)

Créditos: Reprodução/Facebook

Tem quatro medalhas de olímpicas de ouro, sendo 3 conquistadas em Salt Lake City 2002 onde ainda ganhou a de prata no SG. Vem de família humilde e teve seu pai como treinador, especialista na área. Chegou a passar por 10 cirurgias no joelho e na tireoide durante sua carreira. Começou a esquiar quando criança e se aposentou aos 25 anos.

Masculino

1) Ingemar Stenmark

2) Marcel Hirscher

3) Hermann Maier

Ingmar Stenmark (SWE)

Créditos: Reprodução/Facebook

Considerado uma lenda, possui uma técnica incomparável mesmo utilizando esquis menos eficientes do que os atuais. Participava apenas das provas técnicas, especialista em Slalom Gigante e Slalom Especial. Mesmo assim ainda detém o recorde de vitórias em Copa do Mundo, com 86 ouros. Stenmark começou a esquiar aos cinco anos de idade e venceu sua primeira competição nacional aos oito.

Marcel Hirscher (AUT)

 

Créditos: Reprodução/Instagram

Ganhou 20 Globos de Cristal (títulos de temporada de Copa do Mundo), sendo impressionantes 8 de Overall. Foi o melhor da sua época e dominou totalmente as provas técnicas. Antes de se aposentar, recentemente, na temporada 2018/2019, teve algumas lesões mas sempre se recuperava e voltava aos pódios.

Hermann Maier (AUT)

Créditos: Reprodução/Snow Space

Famoso por sua força física, é especialista em provas de velocidade (Downhill e Super G) e também destaque no Slalom Gigante. Só foi ter sucesso por volta dos 23 anos e, apelidado de “Herminator”, hoje tem 14 Globos de Cristal, sendo 4 overall. Ele se machucou nos Jogos de Nagano (1998), mas se recuperou e dias depois ganhou duas medalha de ouro.

X