Dicas para escolher a prancha ideal de snowboard

Créditos: Max Kukurudziak/Unsplash

O técnico da Equipe Brasileira de Para-Snowboard, Lucas Rezende, dá dicas preciosas de como fazer para conseguir a prancha ideal

Não faz ideia de como escolher a melhor prancha de snowboard? Calma, que a gente te ajuda. Antes de tudo, é preciso entender que a prancha certa para a prática de snowboard é uma escolha individual e varia de acordo com o objetivo de cada um.

Então, a primeira coisa que você precisa pensar é em qual é o seu propósito. É a primeira prancha? É para a prática de algum campeonato em específico? É para velocidade ou para fazer curva? Ou quer uma boa para tudo?

Tipos de prancha de snowboard

Em geral, as pranchas estão relacionadas às 3 vertentes do snowboard: freestyle, freeride e carving. Além disso, existem pranchas específicas para competições, como: 

  • Prancha alpina de slalom;
  • Prancha alpina de giant slalom;
  • Prancha de corrimão para street/rail jam;
  • Prancha de powder para árvores;
  • Prancha de powder para big mountain;
  • Prancha de half pipe;
  • Prancha de slopestyle (pequeno)
  • Prancha de slopestyle/big air;
  • Prancha de boardercross
  • Prancha all mountain, dentre outras.

Também há aquelas pranchas chamadas “coringas”, que são construídas para tudo. “Servem para vários objetivos mas não são necessariamente as melhores para tudo”, explica o técnico da Equipe Brasileira de Para-Snowboard, Lucas Rezende.

Como escolher uma prancha de snowboard

Antes de escolher a prancha, também  é importante considerar em que nível de pratica você está. Quanto mais dura a prancha, por exemplo, mais indicada para riders avançados porque exige mais força para conseguir controlá-la. 

É preciso cuidado ainda na hora de escolher uma prancha muito específica porque ela pode ser bem ruim para outras coisas ou também ficar mais difícil de controlar. Ou seja, você vai precisar ser bastante técnico para usá-la em propósitos diferentes. 

Também há uma diferença da prancha em relação ao peso. No caso de quem é mais pesado, forte e tem pé maior, precisa de prancha maior, mais larga. Assim como o contrário também é válido. 

Já para escolher o tamanho, varia de acordo com a sua finalidade: se você quer uma pracha para altas velocidades uma prancha maior é mais recomendado. Agora uma prancha para fazer curvas mais rápidas é uma prancha menor, por exemplo.

Segundo o técnico, a medida boa da prancha é aquela que vai do chão até o início do queixo ou do nariz, dependendo da finalidade dela.

Primeira prancha de snowboard: qual a melhor

De acordo com Rezende, a mais indicada para quem vai comprar pela primeira vez é uma prancha coringa. Ela é direcional, que seja formato camber, pelo menos entre os bindings, e depois rocker no tip and tail – um cross profile. 

“Esse é tipo ideal all mountain, que acaba sendo bom para pista, para salto, para pipe, para quase tudo. Que tem a dureza média, nem muito dura nem muito mole, e é indicada para um rider intermediário”, aponta o especialista.

 

X