Veja 3 resorts de neve sustentáveis para visitar na próxima temporada!

resorts sustentáveis
A estação de Ski de Kaprun. Foto: Alejandro Islas/Unsplash

Com as mudanças climáticas afetando cada vez mais os esportes de neve, os principais resorts do mundo estão tomando várias medidas para serem mais sustentáveis. Veja 3 resorts de neve sustentáveis para visitar na próxima temporada!

Kaprun, Áustria

O primeiro deles é Kaprun, na Áustria. Esse resort localizado nos Alpes austríacos foi pioneiro no país em se comprometer com uma operação mais sustentável, como a ISO 50001 e a ISO 14001, que são importantes normas de boas práticas ecológicas.

Estudos apontam que, grande parte da poluição dos resorts de neve são causados pelo transporte de pessoas, e atualmente, o resort tem 100% das operações de seus ski lifts sendo feita com energia renovável.

Não apenas isso, o resort austríaco conta também com painéis solares instalados em seus edifícios, que gera energia suficiente para sustentar a operação de seu restaurante, e ainda conta com projetos de reflorestamento e cultivo da mata local nas áreas fora da pista.

Park City, EUA

Indo para os Estados Unidos, além de ter sido sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2002, Park City também é referência em medidas sustentáveis.

Em outubro 2019, a estação de ski recebeu o Mountain Towns 2030 Summit, que reuniu 30 cidades de montanha para discutir medidas sustentáveis a serem atingidas até 2030.

Park City tem avançado na instalação de painéis de energia solar e eólica. Dessa maneira, os administradores do resort esperam operar com energia renovável a partir de 2030.

Além disso, a comunidade faz a diferença em Park City. Em maio de 2017, a cidade onde foi a primeira no estado de Utah a banir o uso de sacolas plásticas.

Serre Chevalier, França

Por fim, chegamos à França. Serre Chevalier é um dos poucos resorts do mundo a receber o selo de aprovação da Green Globe, líder em certificação de turismo sustentável. Conhecido por ter a maior área de ski do sul dos Alpes, o resort também é operado 100% por energia renovável desde 2011, planejando se tornar neutro em emissão de carbono até 2030.

Atualmente, Serre Chevalier utiliza três fontes diferentes de energia: a força hidrelétrica, a energia solar produzida por seus mais de 1.400 painéis solares e também a energia eólica.

Por último, em 2024 o resort cortou em 90% da sua pegada carbono ao utilizar biocombustível para operar seus ski lifts e também ao reduzir sua velocidade onde possível para gastar menos energia.

Leia também:

Conheça Lucas Pinheiro Braathen, nova estrela do Ski brasileiro

Conheça o Freeride, o esporte na neve fora das pistas!